terça-feira, 23 de setembro de 2008

Contos Extraordinários na revista Espectador

A revista Espectador é uma publicação produzida pela COCCAR (Cooperativa de Comunicação, Cultura e Arte) e patrocinada pela Prefeitura de Cuiabá, com a intenção de mapear a cultura cuiabana. Para tanto, traz matérias, artigos, agenda cultural, textos variados e tirinhas, sempre valorizando os talentos e eventos regionais. Ela é recente (a primeira edição foi lançada no mês passado) e é distribuída em eventos culturais e vários outros pontos da cidade, gratuitamente.


(edição #02 - setembro)

Para esta segunda edição, a equipe entrou em contato comigo solicitando algum texto/conto pequeno para publicação na seção "Laboratório". O que eu tinha, naquelas medidas, era um texto no mínimo curioso, que muito mais que responder algo, suscitava muitas perguntas. Enfim, o texto foi publicado, com uma chamada para o blog da Contos Extraordinários. Confira (clique na imagem para ampliá-la):





Aqui vai o texto na íntegra:
____________________

As Teias se Fecham
por Ricardo Santos

Ele sente a ameaça no ar. É como um animal encurralado, que fareja o perigo aproximando-se, e teme que esse será o ultimo momento de sua vida miserável. Não que ele vá se deixar levar tão facilmente. Afinal, todos nós lutamos pela sobrevivência; é um instinto animal que é nosso por direito, herança de dias mais selvagens.


A porta abre e dá espaço à corrente de vento que ansiava pela liberdade. Com o vento vem o homem. Com o homem vem a arma. Com a arma vem a bala. Com a bala vem o ultimo suspiro, enquanto ela penetra nos cantos mais recônditos de seu cérebro, furando aquilo que milésimos de segundos atrás foi capaz de odiar, amar e arquitetar o que quer que fosse que seu espírito insaciável planejasse. A ambição se dobra, a vontade se esvai, e a natureza dá fim ao ciclo de mais um de seus filhos, enquanto o corpo cai mole no chão, esparramando os braços sobre o carpete agora manchado de vermelho.


O segundo homem limpa sua arma, com um pequeno lenço branco. Depois a joga por cima do corpo já imóvel a sua frente e sai conforme o esperado, conforme sua vida lhe ensinou a agir em qualquer situação: seguro de si.


---


Por cima da bancada, ele observa o matador afastando-se, regojizando-se em alegria enquanto vê que tudo que previra ocorre como planejado. Ao pensar nas conseqüências que seu plano acarretará, pelo menos em relação aos seus benefícios pessoais, ele sente uma alegria imensa, parecendo não importar-se com o fato de que para que sua alegria concretize-se, muitos terão que morrer e muitos outros chorarão perdas em vão.


____________________

Os agradecimentos à equipe da revista ficam aqui registrados, em especial à Karina Figueredo, que realizou (de forma extremamente gentil) o contato. A proposta da revista é muito importante, e até essencial (acredito eu) para nos situar do que acontece em nossa cidade, com imparcialidade e prudência. Longa vida à publicação!

Conheça mais sobre a revista Espectador clicando AQUI.

Em breve: a capa da 6ª edição!

2 comentários:

Cristiano Imada disse...

nada a ver aquela foto
XD

Anônimo disse...

Oie Ricardo.

Obrigada mesmo pelo texto. Todos elogiaram muito seu trabalho e pediram mais.
Desculpe ai Cristiano, a equipe da revista escolheu a que achou mais condizente. O Ricardo nos deu carta branca. Mande a opinião para nós: contato@revistaespectador.com.br


Beijões Ricardo

Karina Figueredo
Confraria dos Atores
Revista Espectador